Luxo! Esmaltes Dior

Resolvi partilhar com vocês a beleza de dois esmaltes Dior que ganhei no Natal. Jamais havia usado esmaltes da marca e só posso defini-los assim: são um luxo. A Dior fabrica esmaltes desde os anos 60 e sempre primou pela sofisticação. Vejam que lindo o anúncio da época em que a linha foi lançada no mercado e como a embalagem era diferente da atual. Esse símbolo oval da Dior com o laço em cima ainda é usado em vários produtos da marca mas desapareceu do rótulo dos esmaltes que hoje em dia são quase minimalistas.

Anúncio da década de 1960, assinado pelo lendário René Gruau
Anúncio da década de 1960, assinado pelo lendário René Gruau

Voltando ao assunto, assim que recebi os dois esmaltes de presente, já gostei das embalagens. Mesmo fechadas elas são lindas, seguindo o padrão utilizado para a linha de maquiagem:

É uma emoção ter essas caixinhas em mãos
É uma emoção ter essas caixinhas em mãos

Quando vi as cores me apaixonei. O 752 (Piment de Jamaïque) é um vermelho tradicional e chique, com um diferencial: ele tem minúsculos brilhinhos dourados que parecem um fino pó de ouro. Já o 681 (Reflets de Litchi) é um fúcsia com glitter multicor completamente diferente de tudo o que eu já usei. Não sou grande fã de glitter, mas Dior é Dior… Até o glitter deles é sofisticado.

Piment de Jamaïque e Reflets de Litchi
Piment de Jamaïque e Reflets de Litchi

A aplicação dos esmaltes é muito fácil. Um detalhe interessante é o seguinte: assim como o Chanel, o Dior tem uma tampinha encaixada que sai para você poder então desatarrachar o produto. Será que isso protege o esmalte contra o ressecamento ou será uma questão puramente estética? De qualquer forma, é bem diferente. O pincel é de cerdas naturais e não deixa nenhuma marquinha. A secagem é muito rápida, quase imediata.

Detalhes da tampa e do pincel. Reparem que todas as cerdas são absolutamente regulares.
Detalhes da tampa e do pincel. Reparem que todas as cerdas são absolutamente regulares.

lichi-1

O primeiro que eu testei foi o Piment de Jamaïque, muito pigmentado e fácil de usar. É sofisticado e clássico. Com duas camadas ficou perfeito e definitivamente não precisa de topcoat para brilhar.

dior-red1

Piment de Jamaïque (Pimenta Jamaicana).
Piment de Jamaïque (Pimenta Jamaicana).

Vejam em detalhes o Piment de Jamaïque. Na foto em close do vidrinho dá para ver os brilhos dourados, que dão um toque bastante interessante ao esmalte. Eu até fui ler os ingredientes na embalagem para verificar se não era pó de ouro mesmo, mas não é. Depois que a Essie lançou o Love Beverly Hills com ouro 24 quilates eu não duvido mais de nada…

Já o Reflets de Litchi é um sonho. Ele é muito extravagante e eu não usaria em qualquer ocasião. Quando abri o vidro pela primeira vez imaginei que talvez ele devesse ser usado por cima de algum esmalte, mas sozinho ele cobre a unha muito bem com duas camadas. O glitter é rosa, prata e dourado, gerando um efeito de asa de borboleta.

dior-pink

Reflets de Litchi (Reflexos de Lichia)
Reflets de Litchi (Reflexos de Lichia)

O que mais me surpreendeu nesse esmalte é que embora o glitter seja bem forte, ele não fica com um acabamento áspero, como é tão comum em esmaltes nacionais. A cobertura fica lisinha e o brilho é de outro mundo. Dá vontade até de investir e comprar outras cores da marca, de tanto que eles são bons.

Em resumo: um luxo de vez quando faz a alegria de uma esmaltólatra!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *